Segunda-feira, 31 de Janeiro de 2011

"Quero-te", disse ele. E ela assentiu. Nunca lho tinham dito com tanta certeza e superioridade que a queriam. Afinal, ela é paga para que os homens a desejem. Nunca antes alguém a desejou sem ela ter que expor o seu corpo. Nunca antes teve alguém que simplesmente a quisesse, como o amor quer. Ele disse-lhe "foge, anda comigo Bianca". Ela não foi. Por mais que o seu corpo fosse penetrado, homem atrás de homem sem limite de idade, por mais frágil que ela estivesse. Ela não fugiria. E porquê? Porque ele só a queria. Ele tinha que a amar para que ela fugisse. Ele tinha que a desejar com o olhar. Ele tinha que a ter beijado para que ela deixasse aquela vida puta. "Desde quando fazia aquilo", indagava-se quando ele se foi embora. "Desde os 17 anos". Desde os 17 anos que o seu corpo tinha sido tocado por uns quantos homens ou mulheres. Agora com 23 desprezou um Homem, o único que não a quis de 4 mas a quis para sempre. Terá ela feito a escolha certa?

Eu sei que não, que ainda hoje a vi, com 30 anos e grávida do 6º filho na berma da estrada a pedir boleia para foder. Ele curou-se desse amor sentimental, casou-se com uma moça decente que lê na missa e tem 6 filhos também.

E eu volto a perguntar-vos, estaremos a fazer as escolhas certas?



publicado por naná às 23:35 | link do post | comentar | ver comentários (14)

Beijava-te até o sol se pôr. Não me importava com a minha boca ou com os teus lábios. Bastava-me beijar-te até o sol se pôr. E abraçar-te enquanto. Imagina só, eu para deleite teu todos os dias, todas as noites.

Como bom seria acordar de manha e ver-te a ti. Não me importava com o teu mau-humor ou hálito matinal. Beijava-te simplesmente e fazia-te o café. Beijava-te todos os dias, até o sol se pôr.



publicado por naná às 14:32 | link do post | comentar | ver comentários (12)

Domingo, 30 de Janeiro de 2011

Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos.

 

fernando pessoa.



publicado por naná às 15:35 | link do post | comentar | ver comentários (4)

mais sobre mim
Labrinth feat. Emeli Sande - Beneath Your Beautiful
arquivos

Abril 2013

Novembro 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Dezembro 2011

Setembro 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010