Sábado, 1 de Janeiro de 2011

Começamos a namorar quando eu tinha 14, e ele tinha 17, ia fazer 18 no mês seguinte, aquando do S. João. Lembro me bem da data, pois foi quando eu estive mais junto a ti e mais precisei de ti. Na festa do S. João o meu pai tinha-se engasgado com espinhas de sardinha, e sabe-se como é, homem que é homem não chora. Ele não chorou, vomitou sangue. E depois toda aquela urgência em levá-lo ao hospital. Toda aquela angústia ao ver tanto sangue. E quando chega-mos ao hospital tivemos de esperar que a empregada limpasse o vomitado de um jovem, que não conhecia os seus limites. E tu, estiveste sempre ao meu lado, estiveste sempre junto a mim a dar-me a mão e a sorrir-me com esse teu sorriso característico. Tinhas aulas no dia seguinte, mas ficaste comigo. Ficaste a dar-me a mão até quando eu adormeci na cadeira do hospital. Ficaste a dar me a mão quando eu fui falar com o médico em nome da minha mãe, que por choque não se conseguia levantar. Continuaste a dar-me a mão mesmo quando o médico disse que já tinham tirado as espinhas, mas que por danificação da epiglote o meu pai não poderia mais falar, só com cirurgia. Ficaste a dar-me a mão mesmo quando o disse á minha mãe. Ficaste a dar-me a mão mesmo quando eu por irracionalidade me libertei num pranto e chorei horas a fio. Em que altura me libertaste a mão? Nunca. Agora, depois de tudo o que me fizeste , julgo que nunca me libertaste a mão porque eu já era tua. Na altura pareceu-me correcto, um acto de louvar e de coragem. Agora , é só mais uma recordação da tua manipulação subliminar.



publicado por naná às 23:40 | link do post | comentar

4 comentários:
De summer wright a 2 de Janeiro de 2011 às 00:19
é com uma certa facilidade que os gostos se tornam vícios e os sentimentos se tornam doentios.


De narmy. a 2 de Janeiro de 2011 às 12:40

é incrível como excelentes pessoas se tornam más recordações.


De mag. a 2 de Janeiro de 2011 às 12:46
lamento muito,
mas tenho a certeza que isto te tornou mais forte.
adoro, sinceramente o texto e já tinha saudades de cá vir
bj e bom ano :)


De SweetDreamer a 2 de Janeiro de 2011 às 19:28
Pois é, às vezes atribuímos toda a importância a acontecimentos que mais tarde revelam-se ''só mais um''.
bom texto :)


Comentar post

mais sobre mim
Labrinth feat. Emeli Sande - Beneath Your Beautiful
arquivos

Abril 2013

Novembro 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Dezembro 2011

Setembro 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010