Segunda-feira, 10 de Janeiro de 2011

Chego à Igreja. Está fria quanto o orvalho e o ar gelado à porta. Os meus passos ecoam até ao altar. Ajoelho-me e murmuro: “Perdoe-me Senhor, porque eu pequei”. Pelos vistos a Igreja tem gente. Ouço passos lá ao fundo. Deve ser da limpeza, penso. Questiono no vazio: “a igreja está fechada?”. Ao que uma suave voz masculina me responde: “não filha, a Igreja tem sempre as portas abertas.” Resto sentada no banco a olhar para a imagem do Pai. Acho que começo a chorar. Nem sei. Só sinto as lágrimas a escorrerem pela face. Aparece um homem de batina preta. Boa pai, penso, alguém para provar que eu choro. Ele fala: “o Pai enxuga as lágrimas de todos os seus filhos, não tenhas receio de chorar, irmã. Porque baixas a cabeça?” Perdoe-me padre porque eu pequei.” Ele toca-me no ombro e convida-me a ir ao confessionário. “Porque caminhas com a cabeça baixa? A cruz de todos é pesada, mas temos de andar com a cabeça erguida”, diz-me ele. Murmuro outra vez “perdoe-me padre porque eu pequei. E vou voltar a pecar.” “Irmã, olha-me e diz-me o que pecaste” “não o posso olhar. Os meus olhos roubam o coração aos homens” “e roubas todos os corações?” “sim, basta-me olhar e roubo todos os corações aos homens.” “E só roubas bons corações ou roubas corações de pedra também?” “perdoe-me padre não pelo que eu fiz, mas pelo que estou prestes a fazer. ” E olhei-o com estes olhos de serpente. "sim padre, também roubo corações bons como o seu". Fica um grito humano eternamente na igreja a ecoar. E eu fico com outro coração nas mãos. Abandono a igreja já de noite. O padre ajeita as vestes e dá-me a absolvição: “vai em paz, filha de Deus, que os teus pecados foram perdoados.” Antes de eu sair da Igreja vejo-o a cair no altar, a pôr as mãos na cabeça e a gemer “Perdoe-me Pai, porque eu caí em tentação.”



publicado por naná às 13:56 | link do post | comentar

13 comentários:
De Felícia a 10 de Janeiro de 2011 às 15:32
Ai Meu Deus, está tão lindo naná... Já quase me esquecia do quão bem tu escreves... Adorei.


De Catherine a 10 de Janeiro de 2011 às 16:57
bem... nem sei o que dizer. o que escreveste está tão forte que quase roça o assustador. parabéns


De J. a 10 de Janeiro de 2011 às 18:59
enfeitiçantemente lindo.
vou favoritar.
é incrível como gosto tanto da tua escrita =)


De narmy. a 10 de Janeiro de 2011 às 19:02
adorei. adorei. adorei. está divinal.


De narmy. a 10 de Janeiro de 2011 às 20:09
eu acho que no geral expõe-se desmedidamente a nossa vida nas redes sociais o que é MUITO perigoso. falo porque já vivi alguns perigos na internet, e nem foram precisas redes sociais.

o teu comentário foi um elogio muito bonito. mas tenho que te dizer algo: John Ruskin, intelectual do século XIX, uma vez disse "Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar." acredito naquilo que diz. nunca é tarde para se começar - o marco ferreira agora reconhecido por todos começou a dançar aos 16; já soube de um violoncelista muito bem sucedidoque também começou aos 16. nunca é tarde para nada, especialmente se já tivermos alguma paixão a desabrochar no peito.


De Emy a 10 de Janeiro de 2011 às 20:10
muito obrigadaaa :)

mais uma vez um óptimo texto (:


De C. a 10 de Janeiro de 2011 às 20:59
Gostei bastante =)


De Antonio F a 11 de Janeiro de 2011 às 00:10
WOW !!  Parece-me que pequei, só de ler. Mas...
...voltarei a pecar  :))


De narmy. a 11 de Janeiro de 2011 às 18:26
é normal desenhar nos cadernos. e bem, não se pode dar para tudo. e não te preocupes com a ideia de que escrever é mais banal. não acho que seja. todos escrevemos, mas escrever bem não é para todos.


De narmy. a 11 de Janeiro de 2011 às 18:27
e com isto quero dizer que tu escreves bem.


De Cath a 11 de Janeiro de 2011 às 20:07
cada vez fico mais rendida ao teu blog, está lindo. tocou-me imenso.


Comentar post

mais sobre mim
Labrinth feat. Emeli Sande - Beneath Your Beautiful
arquivos

Abril 2013

Novembro 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Dezembro 2011

Setembro 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010