Domingo, 18 de Novembro de 2012

acender o cigarro no meio da noite. estás longe, fisica e psicologicamente. nem te deves recordar da rapariga a quem tiraste a virgindade num dia chuvoso. é verdade. odeio a chuva porque me faz lembrar de ti. em cima de mim. no sitio do costume. inferniza-me a vida, este inverno, por só me trazer tristeza e desilusão. por me provar que há coisas que não se esquecem. gostava de te esquecer, o teu tato a tua voz o teu olhar. gostava de esquecer o cheiro que a minha boca ficava quando me beijavavas, depois de fumar. 

fumo por ti, por mim, por quem me ama hoje. fumo por nós todos. acendo o cigarro, amaldiçoo a minha vida. lembro-me com tristeza de ti, e sorrio a pensar no meu actual namorado...e depois alguém me diz: menina, não fume que lhe faz mal... 

e choro, porque faz-me pior não me esquecer de ti..



publicado por naná às 00:45 | link do post | comentar

1 comentário:
De C. a 18 de Novembro de 2012 às 16:24
o Cigarrette break é o mais propicio a lembranças, e pensamentos. Vicia não só a nicotina como também a nostalgia que trás!


Beijinho


Comentar post

mais sobre mim
Labrinth feat. Emeli Sande - Beneath Your Beautiful
arquivos

Abril 2013

Novembro 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Dezembro 2011

Setembro 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010