Quinta-feira, 11 de Novembro de 2010

Eles falam da relação entre a mãe e a criança.

Eles dizem que a mãe quer proteger a Sua criança. Isso é falso. Muitas mães matam as suas crianças. E isso é protecção?

Matar alguém é protecção? De alguma forma até o é.

Eu mataria o meu filho se soubesse que ele não teria uma boa vida e não seria feliz. Nem sequer considerava engravidar.

Se eu conhecesse o meu filho eu tentava salvá-lo da tristeza, da solidão. Se eu tivesse um filho eu teria um marido.

Mas tu, minha Mãe, tu matas-me todos os dias. Em cada dia tu tiras uma parte de mim. Tiras-me a felicidade, levas-me a vida. Levas-me para a escuridão, e chamam a isso protecção?

Quando me magoas estás a proteger-me?

Porque tu matas-me a mente todos os dias e eu quero matar o teu corpo todos os dias.

Porque por ti, hoje, fumei o meu primeiro cigarro. Fumei e prometi ao vento que um dia vou-me embora e não olho para trás. Vou-me embora para longe. Muito longe. Tão longe.

E tu, tu vais ter que viver na consciência de que se eu morri foi porque tu me mataste, cada dia de mim. 


música personal jesus - Johnny cash !

publicado por naná às 18:54 | link do post

De vera a 11 de Novembro de 2010 às 20:02
Obrigado, muito obrigado ! Não sei o que dizer mais. 
Não te zangues assim com ela. Não desistas. Se agora parece mau, não vai parecer sempre ! 


Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres


Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

mais sobre mim
arquivos

Abril 2013

Novembro 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Dezembro 2011

Setembro 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010