Terça-feira, 7 de Dezembro de 2010

Todos temos um certo ideal de quem vamos amar, mas por vezes roubam-nos o coração aqueles casos improváveis.

Sorrimos porque sentimos o seu olhar, esperamos encontrar os seus olhos, quando vamos na rua deixamos um sorriso por lembrança dele.

Se eu não me conhecesse manifestava com ele todas estas vontades que me surgem à noite.

Porém, este amor, esta paixão, é passageiro. Durará dois meses se tanto, e durante este tempo amá-lo-ei e os seus olhos desejarei. Depois disso será apenas mais um que me roubou a calma e a insensibilidade.



publicado por naná às 19:02 | link do post | comentar

6 comentários:
De Bonnie M. a 7 de Dezembro de 2010 às 19:49
Sei o que é.
Gosto muito dos teus posts (:
Beijinhos


De annesophie a 7 de Dezembro de 2010 às 20:34
adoro o que escreves :)


De mariana ♥ a 7 de Dezembro de 2010 às 21:32
olá, adorei o teu blog e também os teus posts (: . beijinhos.
PS -  seguir-te.


De NC . vincos-na-alma a 7 de Dezembro de 2010 às 22:49
eu sempre digo que é melhor que seja assim do que um vazio contínuo. paixão, mesmo que fugaz faz sempre bem, aprendemos, crescemos, renova-nos a alma. *


De Miki Koishikawa a 8 de Dezembro de 2010 às 11:30
Há uma frase que eu aprecio muio, é a seguinte: "A maior covardia de um ser humano é despertar o amor de outro sem ter a intenção de o amar" :)


De joe. a 8 de Dezembro de 2010 às 15:07
ai como te compreendo. :\
amei o texto :3
beijinhoo's


Comentar post

mais sobre mim
arquivos

Abril 2013

Novembro 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Dezembro 2011

Setembro 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010