Sábado, 23 de Outubro de 2010

hoje, ao fim de muito tempo de inactividade voltei a ler as mãos. voltei a pegar na palma da mão esquerda e na palma da mão direita de alguém e voltei a ver quem ele era. mas isto não é necessário, pois, os olhos, esses coloridos, esses, dizem muito mais que linhas traçadas nas mãos. essas linhas, que ténues ou profundas determinarão algo. é verdade que as linhas dirão algo importante sobre cada um de nós. mas a verdade também é que um olhar, uma expressão ou um gesto chegarão para que eu saiba quem é uma pessoa.

é uma característica inata. nasci a olhar, nasci a saber quando alguém está nervoso, ou quando alguém tem algum problema. sei, só de ver de relance o nervosismo acentuado por uma ruga abaixo das sobrancelhas, ruga essa que não existe aos vossos olhos. comuns mortais, vós que só acreditais na ciência e não acreditais na visão.


música she's like a rainbow - the rolling stones

publicado por naná às 00:25 | link do post | comentar

3 comentários:
De Rii* a 23 de Outubro de 2010 às 14:22
tambem escreves muito bem...
obrigada mesmo pelo comentario e por me seguires.
beijo*


De Inês a 23 de Outubro de 2010 às 21:14
gostei imenso do texto :)
sabes mesmo ler as mãos ?
beijinho.


De Joana Hope a 24 de Outubro de 2010 às 18:31
Nesse caso, muito obrigada, de verdade ^^
Normalmente, o que escrevo é apenas inspirado em algo que me aconteça...mas sempre sob os olhos de outra pessoa, não é, de facto, verídico neste caso :)

Lês mãos? Se sim, tens realmente um dom!


Comentar post

mais sobre mim
arquivos

Abril 2013

Novembro 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Dezembro 2011

Setembro 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010